Peru

Andy Llanos Delgado / 250g

 12.50

  • 250g grão café de especialidade
  • Região/Fazenda: Andy Llanos Delgado
  • Processo: Lavado
  • Variedade: Typica
  • Aroma/Sabor: Laranja, Chá Verde, Lúpulo, Framboesa, Bolacha Manteiga
  • Altitude: 1850m
  • Nota: 87/100
  • Torra: 87±3 Agtron (clara)

Uma torra fresca é essencial para que o café esteja no seu melhor, por isso, só torramos o nosso café depois de fazeres a encomenda. Torramos uma vez por semana e o café segue viagem até ti no dia seguinte.

Esgotado


Share

Descrição

Finca Andy Llanos Delgado – Peru

Finca Andy Llanos Delgado – Peru

Andy Llanos Delgado é um jovem produtor de café de segunda geração de Santa Rosa de Congona, no distrito de Colasay. A família de Andy possui 3 hectares de terra onde cultivam uma mistura de variedades diferentes, com cerca de 1 hectare de Obata ou um catimor semelhante e o resto é uma mistura de typica e o que eles chamam de bourbon, mas certamente não é bourbon. Esta variedade desconhecida certamente confere ao café de Andy uma qualidade única, que juntamente com o clima muito frio e seco, produz um perfil distinto com uma qualidade semelhante à do chá de camomila. Andy é extremamente curioso e experimental e é exatamente o tipo de produtor de que a indústria mais precisa para que o café seja sustentável. Andy e a sua família colhem o café antes de lavar e polir as cerejas. O café é fermentado cerca de 36 horas antes de ser lavado e limpo e colocado em camas elevadas dentro de um túnel de secagem.

Visão geral do Peru

Visão geral do Peru

Embora muito da qualidade que vimos nas temporadas anteriores tenha sido boa, temos lutado para impactar essa qualidade ou fazer melhorias na cadeia de abastecimento como gostaríamos. Mais importante, os prémios que se pagam pela qualidade raramente chegam diretamente aos produtores, algo sobre o qual se tem muito pouco controlo. No Peru, como em algumas outras origens, os cafeicultores são sensíveis às mudanças do mercado e muitas vezes carecem de produtos básicos de formação e incentivo para produzir cafés de qualidade superior, já que os prémios muitas vezes não se materializam. Por essas razões, decidimos que precisávamos mudar a forma como compramos café no Peru e trabalhamos diretamente com fornecedores que compram diretamente aos produtores, o que nos permite controlar e melhorar a qualidade existente e ter total rastreabilidade financeira. Garantir esses dois fatores ajuda a pagar preços mais altos pelos cafés e a garantir que os produtores recebem um preço justo pelo café que nos entregaram, acima do preço de mercado. A região de Cajamarca tem muito potencial para um café de qualidade, com condições ideais de cultivo e ótimas variedades, mas muitas vezes se perde qualidade na colheita, processamento e secagem, com produtores carentes de infraestrutura e conhecimento. Os produtores mais vulneráveis ​​são aqueles não associados – aqueles que não são membros de uma cooperativa, associação ou organização – e representam 75% dos produtores do norte do Peru. Esses produtores não têm acesso a formação ou prémios de qualidade ou certificações e os seus lucros são totalmente dependentes do preço de mercado. Frequentemente, os agregadores locais – um comprador que mora na mesma área – vão à fazenda ou casa de um produtor e compram café em dinheiro antes de vendê-lo; em alguns casos, diretamente a um exportador ou, mais frequentemente, a outros comerciantes e intermediários. Isso faz com que o produtor receba muito pouco pelo café e muito café de qualidade é perdido. Essa mudança na abordagem de abastecimento permitirá estabelecer relacionamentos de longo prazo diretamente com os agricultores, melhorar a qualidade do café a oferecer nessas áreas e aumentar o lucro familiar do produtor por meio do acesso a prémios de qualidade. Agora existem mais de 438 agricultores registrados nas províncias de San Ignacio e Jaen.

Queres saber mais sobre outros cafés de especialidade?

Informação adicional

Peso 250 g